30 fotos que mostram o melhor e o pior do mundo
Sociedade

30 fotos que mostram o melhor e o pior do mundo

Vamos enfrentá-lo. Estamos vivendo em uma era digital e não há mais volta. Uma das maiores influências na sociedade hoje em dia são as redes sociais. Isso nos afeta positivamente e negativamente. A mídia social foi originalmente projetada para que as pessoas compartilhassem facetas interessantes de suas vidas com os amigos, mas se tornou muito mais do que pretendia ser. Agora é um meio de transmissão de informações ao redor do globo. Em muitos casos, as pessoas aprendem sobre os eventos atuais através do Twitter ou Facebook antes de ouvir sobre eles em fontes convencionais de notícias. Também contamos com a tecnologia para quase tudo o que fazemos. Hoje em dia, as pessoas parecem não poder ir a lugar nenhum ou fazer nada sem seus smartphones, tablets ou laptops. Eles precisam estar em contato constante com outras pessoas por meio de dispositivos eletrônicos.

No entanto, também há uma desvantagem de estar muito conectado a mídias sociais e dispositivos eletrônicos. Somos muito dependentes deles, o que nos torna alheios ao que estamos fazendo a nós mesmos. Estar muito conectado pode ter um efeito negativo em nossas vidas e na sociedade como um todo. Aqui estão 9 ilustrações verdadeiras que mostram como nossa sociedade é afetada negativamente por causa do uso da tecnologia.

1. O Facebook está consumindo seu tempo.

Quanto tempo você costuma passar por dia no Facebook ou em outros sites de redes sociais? Isso está prejudicando sua produtividade? Você se pega perdendo tempo a ponto de nem saber para onde vai? Se a resposta for sim, o Facebook pode ter consumido seu tempo.

2. Nós nos tornamos “Likeaholics”.

Quando você está postando algo no Facebook, está fazendo isso apenas para ver quantos de seus amigos darão o proverbial sinal de positivo? Esta ilustração mostra que algumas pessoas estão tratando o “Curtir” no Facebook como se fosse uma droga que elas precisavam injetar na corrente sanguínea.

3. Nossos eletrônicos têm prioridade sobre nossas vidas.

Se você pudesse escolher entre a bateria do seu telefone morrendo ou a sua morte, qual você escolheria? Neste caso, o homem nesta ilustração escolheu carregar seu telefone para sustentar sua própria vida. Como sociedade, precisamos ser mais cuidadosos com nossas prioridades.

4. As famílias não estão passando bons momentos juntas.

Aqui está uma mãe fazendo biscoitos de Natal, mas o que as crianças estão fazendo? Eles não estão fazendo biscoitos com a mãe. Em vez disso, cada um deles tem seus rostos enterrados em seus próprios dispositivos eletrônicos. A televisão costumava ser o que os pais usavam para cuidar dos filhos. Agora, é um tablet, telefone, laptop ou videogame que faz o trabalho.

5. Preferimos gravar alguém do que ajudá-lo.

Muita coisa está acontecendo nesta ilustração. Um homem negro está se afogando e pedindo ajuda. Uma pessoa está com uma arma apontada para ele. A outra pessoa está com o iPhone apontado para ele e está gravando a cena, mas não está interessada em ajudar este homem.

6. A sociedade está dormindo, está dormindo.

Tempo é dinheiro. Depois de perder um longo período de tempo nas redes sociais, estamos perdendo a moeda mais valiosa que temos - nosso tempo neste mundo.

7. Apesar de toda a tecnologia que temos, ainda queremos o que outra pessoa tem.

Há um velho ditado que diz: “A grama é sempre mais verde do outro lado”. Esta ilustração mostra que, apesar de tudo o que temos, ainda não estamos satisfeitos com nossas vidas.

8. O sensacionalismo ainda vende.

Com a sobrecarga de informações que existe hoje, a mídia ainda busca o sensacionalismo. Aqui está uma mulher que sente que tem algo importante a dizer, mas a mídia só se preocupa com ela porque ela está nua. A mídia ainda teria microfones na frente dela se ela não estivesse de topless?

9. No final das contas, com tudo isso, ainda estamos matando o planeta.

Esta última ilustração argumenta que, apesar de todos os nossos ganhos tecnológicos, ainda estamos poluindo a Terra como se tivéssemos uma arma virtual apontada para Mãe natureza. À medida que construímos cidades maiores e tecnologia superior, quanto mais danos podemos continuar a causar antes de colocar nossas vidas em risco?

Crédito da foto em destaque: Jens Johnsson via unsplash.com